As 04 competências para uma alta performance


Antes um princípio restrito a atletas, por conta do rigor dos treinamentos e exigências das competições, hoje todos tem sido convocados a exercitar o desempenho de alta performance em suas vidas. No mundo corporativo a ideia foi abraçada com facilidade pelo fato de ser um meio de líderes e contratantes enxergarem o estilo de trabalhar e a ética dos colaboradores ou candidatos a uma vaga de emprego.

Por definição, alta performance diz respeito ao aproveitamento máximo de dons frente às exigências das situações. Uma análise mais profunda a respeito do assunto nos permite dizer que é o modo como a pessoa mapeia os acontecimentos, cultiva sua criatividade e lida com suas vulnerabilidades.

Este ponto de vista nos permite concluir que desempenho de alta performance se relaciona mais à qualidade da entrega do que ao número de atividades realizadas num determinado prazo. Afinal, o automatismo em qualquer atividade esburaca a genuidade da sua execução. A entrega não se resume à coisa em si, mas ao quanto de esforço nosso foi ali depositado. De novo: é como líderes e contratantes enxergarem o estilo de trabalhar e a ética das pessoas.

Como nossa essência molda e embasa qualquer tipo de trabalho ou relação, e as transformações de mercado nos exigem à transformar nossa visão de mundo, separamos as quatro principais características para você compreender de maneira pontual o princípio da alta performance e investir nele:  

#01. Exercitar a flexibilidade

Pessoas flexíveis tem mais facilidade em enxergar possíveis soluções para os desafios, mantém um nível de autocobrança equilibrado que lhes permite a criatividade, são mais esperançosas e, portanto, de convivência agradável. A flexibilidade é uma aptidão mental relacionada à inteligência emocional e social que se relaciona com as próximas características abaixo.

#02. Gestão da energia

Um desempenho genuíno requer uma boa dose de dedicação. Não sendo possível delegar tarefas, é importante que a pessoa tenha mente o tempo e esforço necessários para sua execução – ou seja, o quanto de energia investida determinada tarefa irá lhe exigir.  

Neste ponto, é preciso de organização para usar o tempo a seu favor. Para que nada se torne uma emergência, trate toda tarefa como importante. Por mais corriqueira que sejam, elas dizem respeito a um objetivo ou um sonho. É investimento. Tratá-las com importância ajuda a combater a autossabotagem.

#03. Exercitar a autoconsciência

Cada um possui um estilo de aprender e produzir. Seja através de livros, conferência online, podcasts ou a experiência do fazer é importante dar atenção a essa forma de funcionar. Isso ajuda na construção de uma agenda que permita uma entrega genuína e com criatividade.  Psicoterapia, coach e aconselhamento são meios de conhecer e otimizar o uso desses dons.

#04. Respeitar sua vulnerabilidade

A dedicação não nos exime de erros. É importante ter em mente que qualquer tipo de vulnerabilidade (seja vinda de uma limitação física, de conhecimento ou circunstancial) não diz respeito a caráter e que tanto o erro como o acerto diz respeito à nossa dedicação e a nossa construção.

É importante exercitar a flexibilidade para lidar com nossa vulnerabilidade bem como a autocompaixão. Assim não caímos num looping adoecido de culpa, vergonha e desmotivação quando diante de uma falha durante o percurso.

Conteúdo relacionado

03 dicas valiosas para uma entrevista de trabalho inesquecível

03 dicas valiosas para uma entrevista de trabalho inesquecível

09/10/2019

Todos nós queremos ser lembrados, é natural. A lembrança é uma forma de eternizar algo ou [...]

Leia mais

05 dicas de portais on-line para o seu amadurecimento

05 dicas de portais on-line para o seu amadurecimento

06/10/2019

Vivemos numa era de muito conteudismo. Isso nos dificulta filtrar o que é urgente do que é [...]

Leia mais

Aconteceu a Turma 02 do Workshop Eneagrama da Transformação

Aconteceu a Turma 02 do Workshop Eneagrama da Transformação

07/11/2019

Nos dias 05 e 06 de novembro, realizamos em Vitória a segunda versão do workshop Eneagrama [...]

Leia mais