OS Top 4 Princípios de Gestão Pessoal e de Carreira - Lince - Humanização Corporativa

OS Top 4 Princípios de Gestão Pessoal e de Carreira


Vivemos numa época de transformações (especialmente tecnológicas). Sabemos disso, e mesmo assim elas nos impactam. Seja pela velocidade com que acontecem ou pelo quanto influenciam na nossa visão de mundo, formas de comunicar, consumir e trabalhar. Esse cenário nos exige aprendizado constante e um importante cuidado com a maneira que conduzimos nossa carreira. Afinal, hoje cada um é o seu próprio gestor.

Neste artigo você aprenderá sobre a gerenciar melhor a si mesmo e a sua carreira.

Eu, eu mesmo e o trabalhar

Nossa produtividade tem uma relação direta com nosso nível de conhecimento sobre nós mesmos. O autoconhecimento ainda é o caminho pelo qual toda pessoa que se importa com sua carreira tem de trilhar. Porém, por vários motivos, as pessoas se guiam pelo conhecimento de suas fraquezas. Porém, estar atento às nossas fortalezas e o que nos diferencia é tão valioso quanto reconhecer nossas limitações.

Para além disso, nosso bom desempenho envolve conhecer a maneira como aprendemos, como trabalhamos com outros, que tipo de atitude prezamos e qual ambiente de trabalho podemos dar nossa melhor contribuição. A partir daqui você encontrará os quatro princípios cruciais que irão ajudá-lo a unir seu melhor aos seus objetivos de carreira em forma de perguntas.

Os Top 4 princípios da gestão pessoal de carreira

Para gerenciar sua produtividade e melhorar sua carreira, é importante se fazer as seguintes perguntas:

1. Quais são meus pontos fortes?

Você pode aprender sobre eles de maneira mais informal – como pedir por um feedback sincero de um amigo –  e pela via técnica e profissional (como uma avaliação psicológica focada em mapeamento de perfil e habilidades). Caso decida fazer isto por si mesmo, a dica é comparar resultados reais com expectativas pessoais. Isso permite identificar padrões de escolha e também o que pode ser melhorado.

2. Como eu trabalho?

Esta também é uma característica melhor identificada através de uma avaliação psicológica pontual. Diz respeito ao processamento de informações e estilo de produzir. Você se enxerga mais como leitor ou ouvinte, por exemplo? É do tipo que precisa de planejamento e pesquisa ou conversar com outros? Produz melhor trabalhando em equipe ou sozinho? Como reage a momentos de estresse? É extremamente importante conhecer o seu estilo de trabalho, pois isto lhe permite usar suas qualidades a seu favor e de acordo com seu perfil – ou seja, trabalhar de maneira fluida.

3. Quais são os meus valores?

O que te define como pessoa? Qual é a sua ética? Ela está em sintonia com a organização em que se encontra? Sem isso, sua carreira provavelmente será marcada por frustração e desempenho insatisfatório.

4. Como melhorar meu desempenho?

No passado, as empresas diziam aos seus funcionários qual deveria ser sua contribuição. Hoje, nós temos mais liberdade de escolher. Os três pontos anteriores são o guia para fazer escolhas condizentes com nosso estilo de produzir, visão de mundo e habilidades. Além de isso oportunizar uma visão mais clara de como lidar com metas ou desafios, isso nos permite identificar se estamos conseguindo contribuir da melhor forma possível ou se estamos conseguindo direcionar nossa carreira para onde queremos. A dica é: os resultados devem ser significativos, ou seja, fazer a diferença. Resultados assim são visíveis e capazes de serem medidos.  

Gerenciar a si mesmo não é tão óbvio e simples quanto parece. Exige que a pessoa experimente novas formas de agir, encare o erro como parte do processo e não perca de vista que ela é responsável por uma rede de relacionamentos. Seja como funcionário ou empreendedor, as formas de trabalhar hoje são móveis e encaixáveis como as peças de um grande quebra-cabeça. Analisar a maneira com que ele será construído é de extrema importância, pois diz respeito não ao encaixe, mas do montador.

“Temos que aprender a nos desenvolver, a nos posicionar onde poderemos dar a maior contribuição possível e a estar mentalmente alertas e comprometidos durante 50 anos de uma vida profissional, o que significa saber como e quando mudar o trabalho que realizamos”. Peter Drucker, pai da administração moderna

Conteúdo relacionado

Lince completa 11 anos

Lince completa 11 anos

08/12/2019

Hoje a Lince completa onze anos de vida!

Amadurecemos muito até aqui. [...]

Leia mais

O que é humanização corporativa?

O que é humanização corporativa?

28/11/2019

Muito tem se falado sobre as atuais estratégias de mercado. A lógica de consumo, a forma [...]

Leia mais

03 dicas valiosas para uma entrevista de trabalho inesquecível

03 dicas valiosas para uma entrevista de trabalho inesquecível

09/10/2019

Todos nós queremos ser lembrados, é natural. A lembrança é uma forma de eternizar algo ou [...]

Leia mais

05 dicas de portais on-line para o seu amadurecimento

05 dicas de portais on-line para o seu amadurecimento

10/01/2020

Vivemos numa era de muito conteudismo. Isso nos dificulta filtrar o que é urgente do que é [...]

Leia mais

A comunicação ainda é a base, acredite

A comunicação ainda é a base, acredite

09/12/2019

Não adianta, aonde formos nossa história irá junto. Pesada ou surpreendente, monótona ou ainda no rascunho. Não tem [...]

Leia mais