04 estratégias práticas para engajar a equipe

28.01.2021 | Empresas

04 estratégias práticas para engajar a equipe

 

Já se perguntou como gerar engajamento no seu time? Como ter melhores resultados de forma humanizada sem perder a estratégia de vista? Este conteúdo foi construído para que, de uma forma bem pontual e didática, você encontre estas respostas. Confira!

 

Como empresária, percebo como é determinante para o sucesso de uma empresa contar com um time verdadeiramente engajado. Em outras palavras, engajamento é o empenho por uma causa. Talentos e habilidades valem pouco quando não são adicionados a um elemento crucial: a intencionalidade de colocá-los a serviço da organização.

Durante anos liderando equipes de colaboradores, de projetos ou de consultores especialistas tive alguns aprendizados importantes e elegi quatro estratégias práticas e realmente eficientes para realmente formar o tão desejado dream time de profissionais talentosos e engajados. São elas:

 

Estratégia 01 – Ciclos periódicos de alinhamento individual

Muito mais do que um feedback, o ciclo de alinhamento individual é um momento de diálogo aberto e franco, no qual tanto empresa (geralmente representada pelo líder imediato) quanto colaborador expõem suas dores, desafios e expectativas. É um modelo que dispensa roteiros ou scripts, pois seu principal objetivo é garantir que há conexão e alinhamento de expectativas.

Implantar ciclos periódicos de alinhamento individual vale para qualquer relacionamento que se deseja criar de um jeito forte, maduro e saudável.

 

Estratégia 02 – Dar condição para que o protagonismo aconteça

Vejo que muitos líderes cobram o protagonismo de seus colaboradores, mas não oferecem o espaço para que realmente sejam protagonistas. Há duas razões para isso: excesso de controle ou baixa aptidão para gerir pessoas.

Há maneiras práticas de acelerar o protagonismo na equipe: dar espaço para a condução de reuniões estratégicas; quando comunicados e eventos da empresa executados por profissionais da base; repasse de conhecimento para o time por pessoas que dominem determinado assunto, técnica ou ferramenta; destacar sempre os créditos ao criador de uma ideia e até mesmo divulgá-lo(a) são alguns exemplos. .

 

Estratégia 03 – Compartilhar com clareza a direção da empresa

Este ainda é um erro clássico e um dos que mais me sensibiliza! Como engajar se não estão claros os objetivos ou estratégia da empresa?

Ter uma direção clara e, principalmente, compartilhar a direção e a forma que a empresa escolheu para chegar lá é requisito para um engajamento verdadeiro. Digamos que a empresa escolheu expandir seu negócio para outro país. Isso requer uma boa dose de adaptação por parte todos. Então como alguém pode se preparar e capacitar-se em um novo idioma se nem mesmo sabe dessa decisão estratégica?

 

Estratégia 04 – Dar oportunidade de capacitação a todas as pessoas

A grande maioria das pessoas gosta de aprender algo novo, especialmente os profissionais mais talentosos. Incentivar a capacitação já é um diferencial, porém ter internamente os meios para o aprendizado de novas habilidades e conhecimentos é algo que pode elevar significativamente o engajamento das pessoas.

Talvez você esteja se perguntando agora sobre os custos disso. É algo que não precisa ser caro ou complexo. Existem diversas maneiras de criar uma cultura de capacitação e muitas delas são até mesmo gratuitas; dentre elas podemos listar: eventos, grupos de estudo, palestras, cursos, mentorias e treinamentos internos ou externos, cursos ministrados pelos próprios colaboradores, leitura pessoal.

 

Percebe o quanto de engajamento é possível promover quando o humano está no centro da sua estratégia de gestão?

 

Quer ajuda? Clique aqui.